07 janeiro 2016

Vida - Gravidez de Risco

Oi gente, 

A história de hoje é de superação. A linda Marcela Feijó vem contar para gente sobre o susto e milagre de sua gravidez. O que mais gostei enquanto conversava com a Marcela foi o fato dela dizer que queria escrever sobre essa experiência para ajudar e confortar outras pessoas. Ela disse que enquanto estava com medo e sem entender direito o que estava acontecendo, procurou muito na internet e encontrou poucas histórias de pessoas que haviam passado por isso. O post dela veio com o propósito de trazer luz, amor e esperança a quem passa pelas incertezas e riscos da gravidez. Espero que vocês gostem assim como eu gostei e que seja de grande proveito. 

xoxo, 

Day.


Olá meeniinas!!

Estou extremamente feliz por poder compartilhar um pouco da minha experiência com vocês! Espero que gostem e que percebam que a gestação por mais complicada que possa ser, é uma das bênçãos mais maravilhosas que nós mulheres podemos ter!


Eu e meu marido descobrimos a gestação com 5 semanas. Claro que foi uma surpresa pra todos, pois não estávamos esperando. Confesso que eu chorei muito quando eu soube. Não sei descrever os sentimentos, mas foi uma mistura de MUITO, MUITO medo com felicidade e só eu sei o tanto de coisas que se passaram na minha cabeça.
Mas logo fizemos a ultra e um sentimento indescritível veio novamente: escutar o coraçãozinho dele batendo.


Alguns dias se passaram e eu acabei tendo alguns sangramentos. Quando fui fazer a 2ª ultra, para nossa surpresa, apareceu um descolamento de 50% da placenta. Eu sem saber o que isso significava só segui os conselhos da minha mãe de ir ao médico imediatamente. Chegando lá a médica muito profissional e sem fazer com que eu ficasse desesperada, disse que ela também havia tido isso (não com essa grande porcentagem) e que eu precisaria ficar de repouso e me medicando. Ela disse que eu só poderia levantar para ir ao banheiro, me aconselhou fazer a ultra toda semana e me encaminhou para o médico de alto risco.

Confesso que eu estava PERDIDA. Pensei... Pera! Não é isso que eu vejo por aí. Mulheres gravidas e trancadas em casa. Ao contrário, eu as vejo felizes, passeando, mostrando a barriga... E lá estava eu inconformada com a situação. Fiz uma 3ª ultra, depois de 1 semana tomando remédios e de "repouso" (coloco entre aspas, por que eu não segui muito a risca) e para nossa surpresa, o descolamento de 50% foi para 60%! Bem... eu ouvi que eu teria que ficar 2 meses de cama no MÍNIMO se eu quisesse de fato ter esse bebê.


Parei... Respirei... Orei e cheguei a uma conclusão: eu sei que eu sou uma filha de um Deus. SEI que ele é o mesmo ontem, hoje e para sempre. E se Ele fez milagres antigamente em tantas mulheres que tiveram fé Nele... Por que não fazer um milagre em mim?!

17 Dias depois do primeiro diagnóstico de 50% de descolamento, fiz a minha 4ª ultrassom... e um desejo ENORME de me ajoelhar e agradecer profundamente ao Senhor me veio quando escutei a médica me dizer: SUA PLACENTA ESTÁ PERFEITAMENTE COLADA!! Um milagre!

Foram 17 dias ao total em que tive que ficar de repouso absoluto, a minha sala virou o quarto. Eu só podia me levantar para ir ao banheiro. Meu marido, antes de sair para trabalhar, deixava a comida pronta do meu lado, arrumava a casa, me ajudava no banho e quando eu não estava em casa, as irmãs da Sociedade de Socorro (organização de mulheres da igreja) estavam comigo. Nesse período eu aprendi a importância que meu marido tem na minha vida. Muitas pessoas falaram que eu havia casado com ele por que eu estava apaixonada e hoje sou grata por essa paixão ter terminado e ter se tornado em um amor tão puro. Como eu amo esse homem que a cada dia me faz feliz. Vi a importância da minha família que se já me ligavam com frequência..., passaram a me ligar mais e mais me dando força e me motivando. 





Como sou feliz por ter passado essa experiência, por mais assustadora que tenha sido, eu acredito que me fez crescer e amadurecer.

Atualmente estou com 30 semanas de um menino que eu nem sei como é o rosto dele, mas eu já sou apaixonada e boba por ele! Converso, canto, brigo quando ele me chuta ao ponto de doer, faço carinho... Ai, como eu amo esse Gabriel! Como eu sou grata por cada sentimento que ele está me fazendo ter!



Espero que eu possa ter ajudado vocês com esse post!


Um grande beijo!

4 comentários:

  1. Essa Marcela é uma lindona! Fico muito feliz por ver a família deles crescendo e sendo abençoada pelo Senhor! :)

    ResponderExcluir
  2. Não tenho filhos, mas achei super fofo o seu blog <3 vou indicar pra minha irmã um super beijo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Cleide! Tanto você quanto sua irmã serão sempre bem vindas! 💛

      Excluir


ELA ME TRANSFORMA - © Todos os direitos reservados | LAYOUT POR: LEISE - BLOG UNHAS NATALENSES
imagem-logo